M&A Predictor – Fevereiro 2016 | KPMG | PT
close
Share with your friends

M&A Predictor – Fevereiro 2016

M&A Predictor – Fevereiro 2016

O M&A Predictor da KPMG analisa o apetite e a capacidade para operações de M&A ao rastrear e projectar indicadores importantes com 12 meses de antecedência. Este tópico demonstra que os analistas esperam que as maiores empresas a nível mundial mantenham o impulso positivo para negócios em 2016, com a previsão de o apetite e a capacidade aumentarem a nível global.

1000

Conteúdo relacionado

É esperado que os níveis globais de M&A se mantenham fortes em 2016

Após um ano forte para as M&A nos principais mercados durante 2015, o apetite por operações, conforme indicado pelas previsões futuras do rácio P/E (Price to Earnings ratio, a nossa mensuração de apetite ou confiança corporativa) deverá aumentar em 4% nos próximos 12 meses. Da mesma forma, espera-se que a capacidade das empresas para financiar o crescimento das M&A, medida pelos rácios da dívida líquida do EBITDA (a nossa mensuração de capacidade), aumentará 13% em relação ao mesmo período, à medida que as empresas continuam a pagar as dívidas e a reforçar as suas reservas de caixa.

"Esperamos que as empresas continuem a procurar transacções e acreditamos que irá existir uma forte actividade na maior parte das economias ocidentais em 2016. No entanto, é esperado que as economias dos mercados emergentes permaneçam um desafio", comentou Leif Zierz, Global Head of Deal Advisory.

O crescimento da capacidade vai exceder o crescimento do apetite

Prevê-se que a capacidade para efectuar transacções das maiores empresas do mundo deverá mostrar um crescimento ainda mais forte do que o apetite, com um aumento de cerca de 13% a nível mundial. A América do Norte e a Europa devem mostrar aumentos significativos na capacidade, em 15% e 12%, respectivamente. A capacidade na região da Ásia-Pacífico (Outros) prevê-se que seja ainda maior, na ordem dos 19%, assim como a África e o Oriente Médio, com 18%. As únicas duas regiões que esperam um crescimento de capacidade abaixo da média são a Ásia-Pacífico (Japão) e a América Latina, que rondam os 1% e 8%, respectivamente.

Diversas expectativas para os principais sectores da indústria

Em termos de sectores, espera-se que os mais fortes em termos de apetite sejam: energia, com um aumento esperado de 23% para 2016, materiais básicos com 12% e o sector de consumo quotidiano com 6%. Existem, porém, alguns declínios significativos noutros sectores, mais concretamente no sector dos serviços, onde o apetite deverá diminuir cerca de 6%.

A tecnologia é o principal impulsionador do crescimento da capacidade, com os analistas a prever um aumento de 90% em 2016, já que as empresas de tecnologia continuam a aumentar as suas reservas de caixa. É esperado que o apetite se mantenha igual ao de 2015 no sector de tecnologia. Prevê-se que o sector de saúde tenha o segundo maior aumento de capacidade, a rondar os 30%.

Negócios anunciados em alta

O valor total de todas as transacções anunciadas a nível mundial aumentou em 31% em valor, de US$2.828B para US$3.709B. Estes valores divergiram significativamente do valor total de todas as transacções realizadas a nível mundial, que diminuiu 40% em 2015.

© 2018 KPMG International Cooperative (“KPMG International”), a Swiss entity. Member firms of the KPMG network of independent firms are affiliated with KPMG International. KPMG International provides no client services. No member firm has any authority to obligate or bind KPMG International or any other member firm vis-à-vis third parties, nor does KPMG International have any such authority to obligate or bind any member firm. All rights reserved.

Member firms of the KPMG network of independent firms are affiliated with KPMG International. KPMG International provides no client services. No member firm has any authority to obligate or bind KPMG International or any other member firm vis-à-vis third parties, nor does KPMG International have any such authority to obligate or bind any member firm.

Ligue-se connosco

 

Solicitar uma proposta

 

Submeter