KPMG aponta os fatores de risco para empresas abertas | KPMG | BR

KPMG aponta os fatores de risco para empresas abertas

KPMG aponta os fatores de risco para empresas abertas

Levantamento foi realizado com 235 companhias abertas de dez setores de atuação

Conteúdo Relacionado

release - financial

A ação da concorrência, o não pagamento de dividendos e decisões desfavoráveis em processos judiciais são os três principais fatores de risco apresentados por 235 empresas abertas brasileiras listadas na Bovespa e que foram coletados pelo ACI Institute da KPMG no Brasil. Nessa décima edição, o estudo “A Governança Corporativa e o Mercado de Capitais” identificou 26 fatores de risco mais citados pelas companhias, divididos em quatro categorias (ao investidor, estratégico, externo e operacional) de dez setores de atuação.

O levantamento apontou também que os setores com maiores percentuais de empresas que possuem uma área de gerenciamento de riscos fazem parte de grupos com alta regulação (telecomunicação, utilidade pública e financeiro) ou com os maiores faturamentos, (consumo não-cíclico, petróleo, gás e biocombustíveis, e materiais básicos).

“Passou a vigorar este ano a Instrução nº 552/14, da CVM que exige que as empresas informem a existência de uma política corporativa de gerenciamento de riscos, a estrutura organizacional existente e uma opinião da administração sobre a efetividade dessa política. As companhias que não possuírem ações de gerenciamento de risco deverão explicar o porquê da inexistência. Vale lembrar que o estudo baseia-se nos Formulários de Referência arquivados em 2015, ou seja, anteriormente à instrução, mas podemos notar que o gerenciamento de risco já são uma prioridade para as empresas”, explica o sócio da KPMG, Sidney Ito.

A pesquisa também apresentou os fatores de risco por setores de atuação: consumo cíclico (43); financeiro e outros (42); construção e transporte (36); consumo não cíclico (32); utilidade pública (27); materiais básicos (21); bens industriais (20), tecnologia da informação (8); petróleo, gás e biocombustíveis (3); e telecomunicações (3).

Os dez riscos mais citados pelas empresas:

Ranking Principais fatores de risco Número de empresas
Ação de concorrência 175
Não pagamento de dividendos 151
Decisões desfavoráveis em processos judiciais 131
Dificuldade / não execução da estratégia / plano de negócios 130
Conflito de interesses entre controladores e minoritários 126
Falta/perda/dificuldade de contratação/retenção de profissionais 125
Riscos relacionados à atuação em setor regulado 117
Dependência de fornecedores 114
Diluição dos investidores 112
10° Variação no preço/indisponibilidade dos insumos 111

Sobre o estudo:

O estudo tinha como objetivo abranger os principais riscos apontados pelas companhias nos Formulários de Referência. Para isso, foi utilizada a seção 4.1 - Fatores de Risco dos Formulários de Referência arquivados em 2015, para o levantamento, a consolidação e a análise dos fatores de risco divulgados por 235 companhias listadas na Bovespa, abrangendo os segmentos Novo Mercado, Nível 1, Nível 2, Bovespa Mais e as 50 empresas mais negociadas no mercado Tradicional. No total, foram coletados e analisados mais de 5.400 riscos, classificados com o objetivo de compreender as maiores preocupações das empresas com relação aos riscos que mais preocupam as empresas atualmente.

O estudo pode ser acessado pelo link: https://home.kpmg.com/br/pt/home/insights/2016/06/gerenciamento-de-riscos.html

Sobre a KPMG

A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory. Estamos presentes em 155 países, com mais de 174.000 profissionais atuando em firmas-membro em todo o mundo. As firmas-membro da rede KPMG são independentes entre si e afiliadas à KPMG International Cooperative (“KPMG International”), uma entidade suíça. Cada firma-membro é uma entidade legal independente e separada e descreve-se como tal.

No Brasil, somos aproximadamente 4.000 profissionais distribuídos em 13 Estados e Distrito Federal, 22 cidades e escritórios situados em São Paulo (sede), Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Joinville, Londrina, Manaus, Osasco, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Carlos, São José dos Campos e Uberlândia.

Twitter: http://www.twitter.com/@kpmgbrasil

Site: kpmg.com/BR

Linkedin: www.linkedin.com/company/kpmg-brasil

Facebook: facebook.com/KPMGBrasil  

Atendimento à Imprensa

Ricardo Viveiros & Associados - Oficina
de Comunicação (RV&A)

Marcel Trinta - marcel.trinta@viveiros.com.br - 11
3736-1127

Bianca Antunes - bianca.antunes@viveiros.com.br - 21 3515-9431

Ana Azevedo - ana.azevedo@viveiros.com.br - 11 3675-5444

Annelize Demani - annelize@viveiros.com.br - 21 3515-9487 

Twitter: http://www.twitter.com/@RVComunicacao

Facebook: facebook.com/ricardoviveiroscomunicacao

Site: viveiros.com.br  

conecte-se conosco

 

Pedido de proposta

 

Enviar