IFRS 17 - Contratos de seguro: Não há tempo a perder | KPMG | BR

IFRS 17 - Contratos de seguro: Não há tempo a perder

IFRS 17 - Contratos de seguro: Não há tempo a perder

12 perguntas para iniciar sua transição bem sucedida

Conteúdo Relacionado

IFRS blog

Muitas seguradoras ainda não iniciaram o processo de convergência para a IFRS 17.

Este fato é compreensível, considerando o tempo decorrido até a publicação da nova norma para contratos de seguros. Entretanto, aguardar não é mais uma opção.

Como seus concorrentes estão se preparando para essa mudança?

Pela primeira vez – graças à promessa da IFRS 17, aumentar a transparência e a comparabilidade – os investidores serão capazes de comparar adequadamente suas demonstrações financeiras com as de seus pares. Ainda não há certeza quanto a influência desta transparência adicional nas avaliações realizadas pelo mercado, mas sabemos que as comparações de seguradoras não serão mais limitadas à sua jurisdição.

É provável que alguns dos seus concorrentes busquem oportunidades para se diferenciar e apresentar uma  imagem mais clara de suas atividades aos investidores. E muitas seguradoras procurarão alinhar suas estruturas financeiras e atuariais.

Portanto, é vital que você esteja bem preparado para melhorar a transparência e que as partes interessadas compreendam como a nova norma afeta seu negócio e o que esperar em termos de novas informações sobre seus resultados financeiros. Enfrentando bem essa mudança importante, a nova norma pode trazer benefícios para todas as partes.

Enfrente a mudança e otimize as sinergias

O setor de seguros é acostumado à mudanças, que tem ocorrido nos últimos anos. O desafio é gerenciar adequadamente as mudanças e usá-las para impulsionar o negócio.

Considere, por exemplo, como o setor respondeu a exigencias à solvência para as subsdiárias de seguradoras estrangeiras. Tirar o melhor possível dessas demandas poderá apresentar sinergias e facilitar a sua transição.

Iniciando a sua transição

A IFRS 17 apresentará uma oportunidade única para superar as expectativas dos usuários das Demonstrações Financeiras e como eles perceberão os pontos fortes de sua organização.

Hoje, após a publicação da nova norma, você pode iniciar a sua avaliação de impacto e se juntar às principais seguradoras no planejamento para implementação. Quanto antes você identificar as áreas críticas, melhor.

Mesmo se você ainda estiver se familiarizando com a nova norma, o momento em que você será questionado sobre como essas mudanças afetam seu negócio está chegando. E quando isso acontecer, os usuários das Demonstrações Contábeis esperarão respostas claras de você.

Com isso em mente, aguardar pode não ser uma opção e por isso estamos aconselhando nossos clientes a iniciarem seus projetos de implementação de forma proativa. Muitas seguradoras estão ainda no modo “observar e aguardar” e se perguntando o que outras seguradoras estão fazendo para se preparar. Mas, em nossa opinião, o tempo para observar e aguardar já passou.

Faça as perguntas certas

A implementação da IFRS 17 parece desafiadora e levanta a questão, por onde eu começo? As perguntas na publicação em anexo devem dar-lhe um bom ponto de partida para gerar discussões dentro da sua organização.

Compartilhando nossas experiências

Você também pode estar interessado em nossa série de webcast.

Nosso site também contém uma grande quantidade de informações sobre esses assuntos - Visite nossa página de tópicos de seguros para descobrir mais. Você também pode consultar a nossa publicação Navegando no novo mundo para um resumo dos impactos e como a KPMG pode ajudá-lo a se preparar.

conecte-se conosco

 

Pedido de proposta

 

Enviar