Empresas familiares brasileiras

Empresas familiares e indivíduos com grande patrimônio

Mais reuniões com indivíduos com grande patrimônio liíquido - por Sebastian Soares

Conteúdo Relacionado

Family Business

A Pesquisa Global sobre Empresas Familiares de 2014 da KPMG (KPMG Family Business 2014 Global Survey) mostrou que os HNWIs no Brasil não veem as empresas familiares como potenciais investimentos.

No entanto, o interessante é que isso não tem nenhuma conexão com experiências negativas, e sim com o fato de as empresas familiares não serem promovidas como uma opção de investimento viável. Dos cinco participantes da pesquisa, somente um já tinha feito anteriormente um investimento direto em uma empresa familiar — e a empresa familiar em questão era "bem conhecida" para esse investidor. Dos outros quatro investidores, dois demonstraram algum interesse em investir em uma empresa familiar e um demonstrou um alto nível de interesse nessa opção de investimento.

Os HNWIs mostraram ter um forte embasamento a respeito de empresas familiares

Embora eles possam não considerar as empresas familiares como alvos de investimentos, a pesquisa mostrou que três de cinco empresas participantes da pesquisa tinham construído com êxito uma empresa familiar ou pertencido a uma empresa familiar estabelecida no mercado.

Isso indicaria a existência tanto do conhecimento como do entendimento dos valores e das preferências de uma empresa familiar, com a necessidade, talvez, de mais informação e promoção em relação a esse tipo de empresa como uma opção de investimento para os HNWIs. Isso significa também que os HNWIs não estavam considerando as empresas familiares como opções de investimento antes por saberem que no passado elas preferiam que a propriedade e a gestão da empresa fossem mantidas entre os membros da família — mas com o atual ambiente econômico, elas estão começando a ser mais receptivas em relação ao capital e à experiência de alguém que entenda uma empresa familiar.  

Sessenta por cento das empresas familiares brasileiras estão abertas para investimento

Assim como os HNWIs não tinham as empresas familiares em mente, as próprias empresas familiares no Brasil também não haviam pensado em procurar os HNWIs no passado. Das cinco empresas familiares participantes da KPMG Family Business 2014 Global Survey, apenas uma já tinha obtido investimento direto de um HNWI anteriormente.  Apesar disso, a empresa familiar em questão manifestou uma atitude positiva no geral em relação ao investimento, o qual foi levantado com outra empresa familiar. " Tivemos de captar recursos financeiros para que essa tarefa fosse concluída, então decidimos abordar outras empresas familiares, pois acreditamos em auxiliar umas as outras em atividades diferentes," disse o diretor-executivo de uma adega familiar bem-sucedida em São Paulo. 

Para as empresas familiares, trata-se de manter essa conexão em todos os níveis — até um investidor precisa entender que o modo como a empresa opera é diferente de uma empresa que não é dirigida por uma família.

Mesmo que existam alguns desafios e algumas dificuldades, as empresas familiares e os HNWIs no Brasil poderiam ser excelentes parceiros de negócio. É necessário identificar as necessidades de ambas as partes e que as empresas familiares reconheçam a importância de influências externas, para estabelecer novas estratégias e expandir para novos mercados.

Para tal finalidade, incentivar uma conexão e uma comunicação mais estreitas entre eles é essencial para que as empresas sejam bem-sucedidas. 

conecte-se conosco

 

Pedido de proposta

 

Enviar

Nova plataforma digital da KPMG

A KPMG International criou uma avançada plataforma digital que aumenta sua experiência, otimizada para descobrir novos e relacionados conteúdos.

 
Leia mais